Web Page Builder

ECO-ESCOLA

 

O Eco-Escolas é um Programa vocacionado para a educação ambiental, para a sustentabilidade e para a cidadania, que a Fundação para a Educação Ambiental (FEE), implementa em vários países desde meados dos anos 90 e visa encorajar ações e reconhecer o trabalho desenvolvido pela Escola em benefício do ambiente O programa é coordenado a nível internacional, nacional, regional e de escola. Esta coordenação multinível permite a confluência para objetivos, metodologias e critérios comuns que respeitam a especificidade de cada escola relativamente aos seus alunos e caraterísticas do meio envolvente. O programa pode ser adotado por qualquer escola, desde que se inscreva e que siga a sua metodologia. A Escola Básica 2,3 S. João de Deus está inscrita desde o ano letivo 2009/2010. O Programa está orientado para a implementação da Agenda 21 ao nível local, visando a aplicação de conceitos e ideias de educação e gestão ambiental à vida quotidiana da escola. As ações concretas desenvolvidas pelos alunos e por toda a comunidade educativa, proporcionam a tomada de consciência de que simples atitudes individuais podem, no seu conjunto, melhorar o Ambiente global. 

Aos estudantes é-lhes dirigido o desafio de se habituarem a participar nos processos de decisão e a tomarem consciência da importância do ambiente no dia-a-dia da sua vida pessoal, familiar e comunitária. O Programa procura igualmente, estimular a criação de parcerias locais entre a escola e a autarquia, procurando contribuir para um maior envolvimento e participação e parceria em todo o processo, com município, empresas, órgãos de comunicação social, e outros agentes interessados em contribuir para o Desenvolvimento Sustentável. 

 A proposta à escola consiste na adoção de uma metodologia de trabalho (simplificadamente denominada por 7 passos): 

1. Conselho Eco-Escola (quem; quando reúnem; etc.); 

2. Auditoria Ambiental (levantamento da situação ambiental da escola); 

3. Plano de Ação (medidas a implementar: como, quando, que atividades); 

4. Monitorização e avaliação (reformular e adaptar o plano); 

5. Trabalho Curricular (inserir nas atividades letivas); 

6. Informação e Envolvimento da escola e da Comunidade (divulgação das ações;  

organização de eventos; dias especiais; comunicação social...); 

7.Eco-Código (elaboração de um código de conduta) Esta metodologia articula atividades de exploração de diversos temas, contribui para uma melhoria global do ambiente da escola e da comunidade. 

O Plano de Ação é desenhado pela escola e deverá tomar em conta a Agenda de prioridades de ação/intervenção decidida pelo Conselho Eco-Escolas. Em paralelo a escola é desafiada a participar em diversos sub-projetos que procuram (in) formar e aprofundar e premiar o trabalho no âmbito de temáticas específicas. A escola deve concretizar pelo menos 2/3 do seu plano de ação e realizar atividades no âmbito dos temas base Água, Resíduos e Energia. No presente ano letivo as suas escolhas incidiram sobre os temas Agricultura Biológica e Alimentação Saudável e Sustentável. Este esforço é reconhecido através da atribuição de uma Bandeira Verde, que certifica a existência, na escola, de uma educação ambiental coerente e de qualidade, que temos recebido consecutivamente. A professora coordenadora é o ponto focal do Eco-Escolas no terreno, sendo da sua responsabilidade a reunião de condições, meios e estratégias para levar a bom termo a implementação da metodologia proposta. 

REGULAMENTO

O Conselho Eco-Escolas da Escola Básica S. João de deus de Montemor-o-Novo, reúne ordinariamente uma vez por período letivo e, extraordinariamente todas as vezes que se considere necessário, na sala A4 a partir das 16.30 horas, sob a presidência da professora coordenadora do projeto. As reuniões serão convocadas pela coordenadora do programa através de convocatória, afixada no painel Eco-Escolas e por correio eletrónico às entidades externas. Será elaborada uma ata em cada reunião a ser aprovada e assinada por todos os presentes.

• Assegurar que os outros 6 passos do programa sejam adoptados, planeando a sua implementação; 


• Assegurar a participação ativa dos alunos no processo de decisão do programa; 


• Assegurar que as opiniões de toda a Comunidade Escolar são tidas em consideração e, sempre que possível, postas em prática; 


• Estabelecer ligação com a estrutura de gestão da escola e com a comunidade local;


 • Assegurar a continuidade do programa.

Coordenadora do Programa


Representantes dos Professores


Representante do Pessoal Não Docente


Representantes dos alunos


Representante da Direção da escola


Representantes da Associação de Pais


Representante dos Pais


Representante da Câmara Municipal


Representante da Junta de Freguesia

ECO-Código 2017

Água

A água é um bem precioso, por isso sê atencioso   Se a torneira ficar a pingar, água estarás a desperdiçar.

Energia

Se energia queres poupar, a luz do Sol deves aproveitar.   Se pouparmos energia, o planeta tem mais alegria.

Resíduos

Para o lixo reduzir todos nós devemos contribuir. Deixa de ser controverso e usa o papel em frente e verso.

Agricultura biológica

Para a nossa saúde melhorar, agricultura biológica devemos utilizar.   Para nos bem alimentar, bons alimentos devemos cultivar.

Alimentação saudável e sustentável

Uma alimentação saudável temos de ter para com saúde viver . Praticar uma alimentação sustentável e dar saúde ao planeta.

A EQUIPA

Ana Rosa Bravo

Professora de Educação Tecnológica
Coordenadora do Programa Eco-Escolas

Dulce Mendes

Professora de Geografia

Maria Manuela Fortio

Professora de Ciências Naturais e Matemática

REPRESENTANTES DOS ALUNOS

  • 5º ANO


    Catarina Paijão
    António Bicho

  • 6º ANO


    Inês Foito
    Lourenço Harris

  • 7º ANO


    Carolina Pinto
    João Brejo

  • 8º ANO


    João Pinto
    Tatiana Figueiredo

THE END